Pág. 1 de 3

Fazer (13)

Fazer

Santa Maria da Feira é um concelho com uma grande história que tem no seu castelo um marco da fundação da nacionalidade. Através das suas ameias o visitante pode contemplar do alto sobranceiro à cidade, uma terra que oferece aos visitantes muitas opções para passar o seu tempo. Nas últimas décadas a empresa Feira Viva tem projetado o nome desta terra a nível nacional e internacional, através de vários eventos como a Feira Medieval, Imaginarius ou mais recentemente o Perlim, que fazem afluir à cidade milhares de pessoas.

A autarquia passou a gerir recentemente o Europarque, centro de congressos, que ainda não foi totalmente explorado e acreditamos que agora vai finalmente alcançar todo o seu potencial. Implantando numa bonita zona verde, com um lago povoado de peixes vorazes alimentados à mão pelos visitantes, ladeado por um rio com as suas frondosas árvores convida a passeios nos dias quentes de verão ou a piqueniques nos seus imensos relvados.

Mas o concelho é grande e possui outros atrativos, como o museu de papel e Paços de Brandão, ou a Ribeira do Uima em Fiães e aldeias escondidas duma beleza ímpar como Porto Carvoeiro em Canedo.

2 a 13 de agosto de 2017 | Santa Maria da Feira

São 12 dias consecutivos a recuar ao passado, a decalcar episódios históricos, a criar conteúdos, a transformar a cidade num intenso palco de momentos marcantes da História de Portugal.

O Concerto de Aranjuez, de Joaquín Rodrigo – a obra musical espanhola mais interpretada em todo o mundo e a mais reconhecida internacionalmente, inspirada nos jardins do Palácio Real de Aranjuez – vai ser apresentado pelo guitarrista clássico Ruben Bettencourt e Orquestra de Jovens de Santa Maria da Feira, no dia 8 de julho, às 21h30, no Castelo da Feira.

De 9 a 11 de março, em Santa Maria da Feira

Pelo segundo ano consecutivo, Santa Maria da Feira acolhe o festival HARMOS, um evento único em todo o espaço europeu, que reúne os melhores alunos de algumas das mais conceituadas escolas superiores de música do mundo. Nesta edição, o Harmos apresenta, de 9 a 11 de março, em três freguesias do concelho, quartetos de música de câmara vindos da Suíça, Bélgica e Lituânia.

O Castelo de Santa Maria da Feira é um dos mais notáveis monumentos militares portugueses. A diversidade dos seus recursos defensivos utilizados entre os séculos XI e XVI faz dele uma peça única da nossa arquitetura militar.

Velvet N’ Goldmine convida o público a habitar o espaço, a assistir de pé à “ascensão e queda do corpo”. Flavio Leihan estreia-se em Santa Maria da Feira enquanto autor, embora pise o palco do cineteatro António Lamoso desde os 11 anos. Natural do concelho que agora é incentivado a despir-se de preconceitos, o artista falou em entrevista exclusiva ao Ondas da Serra sobre um espetáculo com data marcada para 4 de Março, às 22h00.

A história moderna do homem principalmente nos países ocidentais é pautada por um considerável progresso em todas as áreas desde a saúde, tecnologia, à ciência. Mas nem sempre foi assim, esta era de abundância é recente e pode não ser duradoura. Em meados do século passado em Portugal o povo subsistia como podia, sendo conhecida nas aldeias a história duma “sardinha para três”. O povo vivia da agricultura e a indústria escasseava, vivia-se o “orgulhosamente sós” do Estado Novo.

Pág. 1 de 3
Pub