Pág. 1 de 9

Em Ovar existe um local que passa frequentemente despercebido, a Moita. Nós passeamos com regularidade pelos seus caminhos, apreciando os campos, aves, insetos, flores, águas, esteiros e ria. Os quadros variam com as estações, humores do tempo, pessoas, fauna e flora.

Diz-se muitas vezes acertadamente que a beleza e magia estão no olhar de quem observa, este verbo foi usado intencionalmente, porque observar é diferente de ver, assim como escutar é diferente de ouvir.

Turismo em contacto com a Natureza é a proposta da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira para assinalar o Dia Mundial do Turismo, no Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. Uma visita guiada ao Parque das Ribeiras do Uíma, uma visita sensorial ao Zoo de Lourosa e a participação na Rota das Árvores Senhoriais são as três propostas centrais do programa, todas de participação gratuita, mas sujeitas a inscrição prévia.

O desejo de Amândio e Augusta Rebelo em oferecer bons momentos concretizou-se em 1991. Oxalá vestiu novos significados e consolidou-se como um dos restaurantes mais icónicos da cidade de Ovar. O compromisso é com as pessoas e com o seu bem-estar. Mais do que comida, o Restaurante Oxalá revoluciona o conceito de gastronomia requintada há 26 anos e atrai atenções em todo o mundo.

Em 8 de agosto, o Museu Marítimo de Ílhavo celebra 80 anos de vida, sendo o Museu municipal mais visitado do país; em 2016 registou 80 mil visitantes e no passado mês de junho atingiu o seu recorde de públicos mensal. De 4 a 8 de agosto são várias as atividades oferecidas: workshops, performances, visitas especiais, lançamento de um livro, uma exposição e um concerto. Um tributo aos capitães de Ílhavo expressa a homenagem do Museu à comunidade ilhavense que, ao longo dos tempos, marcou gerações e teceu a identidade local.

Foi inaugurada na manhã do dia 30 de julho, no auditório da Junta de Freguesia de Válega, a exposição "OLHARES... II Mostra de Fotografia de Válega". As 99 fotografias expostas pertencem a 31 artistas que escolheram a câmara fotográfica para pintarem os seus mundos. "Os seus pincéis são os dedos e as tintas as tonalidades do dia, como salientou o nosso colaborador Fernando Pinto. Nem todos os fotógrafos puderam estar presentes, mas não deixaram de ser apresentados e a sua colaboração valorizada.

Pág. 1 de 9
Pub