Pág. 1 de 18

Ovar (108)

Ovar

O concelho de Ovar dispõe de uma excelente localização e ótimas acessibilidades. Localizado no Distrito de Aveiro, ocupa uma posição excêntrica no litoral norte, ficando próxima dos maiores centros urbanos do Norte e Centro de Portugal – Porto e Aveiro.

Com uma área total de 160.64 Km2. Integra oito freguesias Arada, Cortegaça, Esmoriz, Maceda, Ovar, S. João, s. Vicente de Pereira e Válega.

Substituindo um antigo concelho extinto, Ovar teve carte de fora dada por D. Manuel I, em 10 de fevereiro de 1514. Terra de lavradores, pescadores, comerciantes e artesãos. Ovar conheceu os rumos da industrialização e urbanização a partir doa anos 50 do século passado.

O desenvolvimento económico não perturbou os hábitos multisseculares, mantendo vivas as tradições do Cantar dos Reis, das Procissões Quaresmais, das festividades de verão e da grande festa popular que é o Carnaval.

O concelho de ovar dispõe de um património natural riquíssimo (a floresta, a Ria e as praias), um importante património arquitetónico e cultural (azulejo e arte sacra), o afamado Pão-de-Ló de Ovar, tudo isto aliado à modernidade de uma rede de acessos privilegiada, várias zonas industriais, comércio e serviços, equipamentos desportivos de qualidade e de uma rede de ecopistas e ciclovias com ais de 40 km de extensão.

14 de outubro a 25 novembro

Para a XVIII edição, o Grupo de Teatro Renascer preparou uma programação de excelência, com vários espectáculos, sendo que 2 deles são peças profissionais de grande sucesso a nível nacional.

A Associação dos Antigos Alunos da Escola Oliveira Lopes/MEOL procedeu à entrega de seis bolsas de estudo denominadas “Troupe de Reis”, numa cerimónia pública que se realizou no  passado dia 4 de outubro, no Arquivo Paroquial, na freguesia de Válega,  no concelho de Ovar. Foram agraciados os seguintes discentes:

No próximo dia 29 de outubro o Espaço Yoga e Ondas da Serra associam-se na realização do evento “Yoga nas Ondas da Serra”. Estes dois projetos têm em comum o gosto pela natureza e elevação do homem a patamares superiores da sua essência.

Uma edição da Câmara Municipal | Monografia torna públicos os resultados dos trabalhos arqueológicos no Castelo

No Dia Nacional dos Castelos, 7 de outubro, a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira vai lançar a publicação monográfica “Castelo de Santa Maria da Feira: estudos arqueológicos” que, pela primeira vez, torna públicos os resultados arqueológicos realizados no ex-líbris feirense. Coordenada pelo arqueólogo Ricardo Teixeira, a obra representa o corolário natural da investigação iniciada aquando do desenvolvimento do projeto de valorização do Castelo da Feira.

Para celebrar o Dia Nacional dos Castelos Personagens de outros tempos “regressam” ao Castelo para quatro visitas encenadas

Nos dias 7 e 8 de outubro, o Castelo da Feira abre as portas para quatro visitas encenadas que vão transportar os visitantes pelas histórias e memórias do ex-libris feirense, numa viagem no tempo guiada por personagens de outros tempos. Uma iniciativa da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira e Comissão de Vigilância do Castelo para celebrar o Dia Nacional dos Castelos (7 de outubro).

20 mil euros para os três melhores trabalhos de conceção

Até 2 dezembro de 2017, está aberto um concurso público internacional de conceção (ideias) para a reabilitação da zona envolvente ao antigo Matadouro Municipal de Santa Maria da Feira, agora reconvertido no Imaginarius Centro de Criação, Arte e Espaço Público. As propostas de intervenção deverão valorizar o edifício requalificado e privilegiar a ligação à Estação da Piedade e ao Cineteatro António Lamoso, tendo como âmbito territorial todo o centro histórico da cidade. A três melhores ideias serão premiadas com dez mil, seis mil e quatro mil euros, respetivamente.

Pág. 1 de 18