Longes vão os tempos em que Ovar alimentava com a sua sardinha em conserva os vareiros da terra, as populações vizinhas, os tripeiros e os durienses. As viagens para o Porto no começo feitas por carros de bois deram lugar à locomotiva e o negócio prosperou, mas isso foi em tempos que já lá vão. Esse comercio pode ter acabado mas ficaram as memórias e uma Avenida da Régua para relembrar esses tempos. Atualmente este concelho além de continuar a oferecer belos pratos de sardinhas e lulas, especialmente no Furadouro, a sua oferta aumentou e diversificou-se, aqui ficam as casas da restauração vareira.

Pub