Pág. 1 de 2

As Marchas de S. João da Ribeira de Ovar vão receber, este sábado, 24 de junho, a participação especial da Marcha da Madragoa de Lisboa, que alcançou o 3ª lugar na 85º edição das Marchas Populares de Lisboa.

A nortada que se fez sentir na cidade de Ovar, na tarde soalheira do dia 12 de março, não conseguiu demover as centenas de fiéis que vieram até terras vareiras participar nos Terceiros (“Cinzas), procissão organizada pelos irmãos da Ordem Franciscana Secular de Ovar, fundada em 3 de dezembro de 1660, com Casa-Museu de Arte Sacra na Rua Gomes Freire (em frente ao Mercado Municipal).

Suas Altezas, o Rei "Maratonista" e a Rainha "Peixeirinha Tesa", receberam, na tarde de 19 de fevereiro, as chaves da cidade das mãos de Salvador Malheiro, presidente da Câmara Municipal de Ovar [na foto, radiantes com a "passagem de testemunho"].

Neste domingo, dia 12 de fevereiro, o Rei e a Rainha do Carnaval de Ovar não deram, como o sol deu, um ar da sua graça, para desilusão dos foliões e forasteiros que nos visitam nesta época do ano.

O Carnaval de Ovar atrai todos os anos milhares de forasteiros a terras vareiras. Este evento saiu para a rua, de forma organizada, em 1952. Venha conhecer a Capital da Folia!

As capelas dos Passos de Ovar, consideradas desde 1946 Imóveis de Interesse Público, constituem um conjunto de sete capelas de estilo rococó que datam do século XVIII e que representam um registo arquitetónico e artístico único de Portugal.O percurso, que simboliza a Paixão de Cristo, começa na Igreja Matriz e passa por cinco capelas na zona histórica da cidade, terminando na capela do Calvário.

Pág. 1 de 2
Pub