Pág. 1 de 4

Pode ser a chave para o grave problema ambiental dos microplásticos nos oceanos, acaba de ser descoberta na Universidade de Aveiro (UA) e dá pelo nome de Zalerion maritimum. Trata-se de um fungo marítimo que não só consegue degradar o microplástico como o faz de forma rápida e eficiente. Esta é a primeira solução ecológica alguma vez descoberta para combater os plásticos nos oceanos já que ao otimizar-se o raro apetite do fungo recorre-se a uma solução oferecida pelo próprio mar.

A Câmara Municipal de Aveiro (CMA) tem vindo a dinamizar o projeto Europeu “LIFE PAYT”, o qual integra desde finais de 2016 juntamente com as cidades de Lisboa, Condeixa-a-Nova, Vrilissia (Grécia) and Larnaca (Chipre). O objetivo principal do projeto LIFE PAYT é apoiar os municípios na adoção de tarifas de resíduos PAYT ("Pague-o-que-deita-fora"), que encorajará a adoção de práticas de prevenção e separação dos resíduos, fomentando a recolha seletiva. Pretende-se que as metodologias desenvolvidas possam depois ser estendidas para outros municípios do Sul da Europa, contribuindo para uma melhor gestão dos recursos europeus e para a implementação das estratégias ambientais nacionais e europeias.

A Câmara Municipal de Aveiro acordou com a Federação Portuguesa de Futebol a realização da edição 2017 da Supertaça Cândido Oliveira, no Estádio Municipal de Aveiro, no próximo dia 5 de agosto, pelas 20h45, culminando com sucesso um processo de candidatura e de negociação desenvolvido nos novos moldes definidos pela FPF.

Trabalho do Departamento de Biologia e do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar

Um estudo da Universidade de Aveiro (UA) detetou níveis elevados de mercúrio quer em mulheres que acabaram de dar à luz, quer nos próprios tecidos da placenta. A inédita investigação, que pela primeira vez no país se centrou na análise daquele metal tóxico no cabelo e sangue das parturientes e nas respetivas placentas e cordões umbilicais, garante que há mesmo mulheres que apresentam níveis de mercúrio acima daquele que é recomendado pela Organização Mundial de Saúde.

Investigação do Departamento de Química| Sidra eco-inovadora produzida por estudantes da Universidade de Aveiro

É ecológica, é simples e barata de produzir e, diz quem já bebeu, que em nada fica atrás das sidras de maçã tradicionais. Pelo contrário. A primeira sidra eco-inovadora até já tem uma empresa interessada em colocá-la no mercado. A Cidermace – assim se chama a bebida desenvolvida por um grupo de estudantes do Departamento de Química (DQ) da Universidade de Aveiro (UA) – tem nos ingredientes o aproveitamento das matérias primas descartadas e destinadas ao lixo pelas indústrias de sumos concentrados e um processo produtivo que simplifica os vários passos da receita tradicional.

Investigação de Fabiana Rodrigues do Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Aveiro | Estudo nacional revoluciona controlo da diabetes tipo 1 com uso da hipnose

Um estudo de uma investigadora da Universidade de Aveiro (UA) sugere que é possível controlar a diabetes tipo 1 através da hipnose. O trabalho da psicóloga Fabiana Rodrigues sugere que os pacientes, quando sujeitos à psicoterapia com recurso à hipnose, não só obtêm uma redução dos níveis de glicose no sangue como, por consequência, uma diminuição significativa da dose diária de insulina que administram. Com o estudo Fabiana Rodrigues pretende revolucionar o tratamento de uma doença ainda sem cura e que afeta milhões de pessoas.

Pág. 1 de 4