Parque da Cabreia

Classifique este item
(3 votos)

O "ONDAS DA SERRA" – órgão de comunicação social que promove as belezas da região de Aveiro – mergulhou nesta primavera na frescura do Parque da Cabreia, lugar idílico situado na freguesia de Silva Escura, concelho de Sever do Vouga.

Qualquer explorador ficaria maravilhado com a Cascata da Cabreia, com 25 metros de altura. Só estando lá, sentindo a poalha no rosto, é que se consegue apreciar a frescura desta queda de água. Os trilhos de Pequena Rota que ali têm início (PR 2.1, PR 2.2 e PR 2.3) são um convite para os exploradores de hoje. Caminhantes, percam-se na vegetação luxuriante que envolve a cascata, descubram a biodiversidade característica do rio Mau, não tenham medo de estar em comunhão com a Mãe Natureza.

Se preferirem descansar, leiam um livro à sombra de uma das muitas árvores frondosas que acompanham o leito do rio. O Parque da Cabreia é um dos locais mais limpos que conhecemos, apesar de ser um sítio onde se fazem piqueniques.

Nos painéis que se encontram à entrada do Parque pode ler-se: "A cascata da Cabreia é uma das mais belas cascatas da Rota da Água e da Pedra... O melro-de-água é o guardião desta cascata. O bosque de ribeira constitui-se aqui como uma galeria contínua de árvores, com amieiros, freixos e borrazeira-preta acompanhados por um sub-bosque rico em fetos e arbustos, entre os quais se destacam o feto-real, a gilbardeira e o raríssimo feto-vaqueiro; esta espécie é prioritária para a conservação na Europa, constituindo uma relíquia dos bosques subtropicais que outrora cobriam a região. A lontra encontra aqui condições excecionais para se desenvolver. Entre os invertebrados, destaque para a protegida vaca-loura, escaravelho de grande porte que se desenvolve nos carvalhais maduros. Finalmente, encontramos facilmente endemismos ibéricos como a salamandra-lusitânica, o tritão-de-ventre-laranja e o lagarto-de-água. A salamandra-de-pintas-amarelas é também muito frequente nos bosques caducifólios junto ao rio Mau, onde se alimenta de lesmas e pequenos insetos (...)".

O "ONDAS DA SERRA" aconselha a visita a este parque nas quatro estações do ano. No verão dá para dar uns belos mergulhos, mas, no outono, o tapete de folhas douradas parece um poema caído do céu. Vão ver com os vossos próprios olhos...

TEXTO e FOTOS: Fernando Pinto

 

  

 

O "Ondas da Serra" percorreu um dos trilhos da Cabreia (PR 2.3). Conheça algumas das histórias desta região contadas por um ancião (veja aqui o artigo). 

Clique neste outro link para ver o texto e o vídeo PR1 - Sever do Vouga - Minas da Malhada e do Braçal.

Lida 597 vezes

Autor

Fernando Pinto

Fernando Manuel Oliveira Pinto nasceu no dia 28 de junho de 1970, em Ovar. Jornalista profissional, fotógrafo e realizador de curtas-metragens de vídeo. Escreve poesia e contos. A pintura é outra das suas paixões. Colaborador do "Ondas da Serra".

Itens relacionados

Parque urbano de Ovar | Onde os caminhos se cruzam

O parque urbano Ovar, inaugurado em 5 de Janeiro de 2013 pelo, então, presidente da Câmara Municipal Manuel Alves de Oliveira, permitiu reabilitar uma zona importante da cidade. Agora, vareios e forasteiros podem passear pelos seus recantos, brincar, praticar desporto, caminhar, descansar ou ficar pelo café. Ali bem próximo, junto ao parque da Srª da Graça, outra zona foi reabitada e dá acesso à zona do Casal, onde foi reabilitada uma antiga fábrica de papel para dar lugar à Escola de Artes e Ofícios. As duas zonas têm em comum o facto de partilharem o Rio Cáster e as suas margens comunicarem por bonitas pontes.

Câmara vai criar a figura do Jardineiro do Parque do Rio Ul

A Câmara Municipal de S. João da Madeira vai afetar a tempo inteiro ao Parque Urbano do Rio Ul um funcionário do setor do ambiente da autarquia. Este Jardineiro do Parque, como será identificado, terá dedicação exclusiva a esse grande espaço verde da cidade, procedendo à sua manutenção e conservação diária. Prestará também apoio e informações às pessoas que aí afluem em grande número.

Drave | Galeria - Yoga nas Ondas da Serra

O ONDAS DA SERRA e o Espaço Yoga de Ovar organizaram, neste outono, um passeio a Drave. Desde 2003 que esta "Aldeia Mágica", enfiada numa cova criada pelo encontro das serras da Freita, São Macário e Arada, serve de Base Nacional ao Corpo Nacional de Escutas. Viaje com o nosso grupo, de 24 caminheiros, entrando na galeria que preparámos para si. Fotos de Fernando Manuel Oliveira Pinto.

Faça Login para postar comentários