Rio Paiva Rio Paiva
quarta, 28 dezembro 2016 11:20

Rio Paiva

Classifique este item
(0 votos)

"O Rio Paiva nasce na Serra da Nave em Moimenta da Beira e desagua no Rio Douro em Castelo de Paiva. Tendo uma extensão de 111 km e uma área da bacia de 77km2 é considerado o rio menos poluído da Europa, por isso ainda é o local de desova da truta. O Rio Frades e o Rio Paivô são os principais afluentes. Este rio na sua extensão abrange dez concelhos (Moimenta da Beira, Sernancelhe, Sátão, Vila Nova de Paiva, Viseu, Castro Daire, São Pedro do Sul, Arouca, Cinfães e Castelo de Paiva) entre as Serras de Leomil, Freita e Montemuro.

Pegadas de raposa com criasO vale do Rio Paiva divide-se em duas partes. A Região do Alto Paiva (de Moimenta da Beira a Vila Nova de Paiva) distingue-se pelo planalto formado por bosques de carvalhos e castanheiros. A partir do Baixo Paiva (entre Castro Daire até à foz), o rio ganha força e aparecem os famosos rápidos por uma zona montanhosa e de grandes desfiladeiros que o tornam inacessível em grande parte do percurso.

O seu percurso de água corre num vale com vertentes de declive suave, prevalecendo os matos, campos agrícolas e prados. Assim, no troço médio, o rio encaixa-se com matos e manchas de pinheiro, enquanto que nas margens revezam troços rochosos com afloramentos, bancos de pedras e troços com margens de terra, exibindo uma vegetação ripícola bem conservada e desenvolvida.

Leia também: De bicicleta por rios, aldeias e florestas de Castelo de Paiva e Alvarenga

A vegetação ripícola existente ao longo do Rio Paiva são espécies como amieiros, salgueiros, borrazeira branca, borrazeira preta e freixo. Em relativo bom estado de conservação. Também, é frequente encontrar outra espécie, carvalho alvarinho fragmentados. As acácias e os eucaliptos também constituem uma ameaça.

Há muito tempo que é justo a fomentação de uma área protegida devido aos aspetos faunísticos, florísticos, geológicos, paisagísticos, arquitetónicos, etnográficos e recursos naturais.

O rio mas também a sua bacia agrega condições naturais de enorme qualidade bem como expressivos valores sócio-culturais (SOS Rio Paiva, 2013)."

Foto: Pegadas de animal com crias nas margens do Rio Paiva, foto Ondas da Serra em 01-11-2016, no âmbito do trabalho "De Vila Cova a Espiunca".

Fonte: Silva, M. F. O turismo aventura no Rio Paiva e o turismo rural em Arouca (Tese de Mestrado). Disponível na RIA - repositório Institucional da Universidade de Aveiro. (Uhttp://hdl.handle.net/10773/12393)

 

Lida 807 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

ADUM - Associação Dona Urraca Moreira | Defesa e valorização do património Oliveirense

O Ondas da Serra foi conhecer a ADUM - Associação Dona Urraca Moreira, localizada em Madail – Oliveira de Azeméis, que se dedica à defesa e conservação da natureza e património histórico do concelho. Neste artigo vamos conhecer o seu presidente, a sede da associação e sua história, que atividades têm desenvolvido e quais são os maiores problemas que têm enfrentado nestas áreas.  

Foz do Alge | Uma ode à mãe natureza

A povoação de Foz do Alge pertence à freguesia de Arega - concelho de Figueiró dos Vinhos, distrito de Leiria, do nosso Portugal. Este reino foi ali conquistado junto das águas do Rio Zêzere com as da Ribeira de Alge, num cenário de grande beleza, quebrada à volta pelos grossos mares de eucaliptos, que estão sempre à espreita para o aniquilar.

Vieira do Minho terra de contrastes

Vieira do Minho no sopé da Serra da Cabreira, vizinha do Parque Nacional da Peneda-Gerês, perto da azafama da área metropolitana do Porto, é um bom refugio para passar uns dias tranquilos, junto da natureza e vida selvagem.