Teresa Andrade de Rio de Frades Teresa Andrade Ondas da Serra
quarta, 14 fevereiro 2018 19:03

Teresa Andrade de Rio de Frades Destaque

Classifique este item
(0 votos)

Um destes dias passeávamos nós em Rio de Frades - Arouca, depois de mais uma caminhada quando um cão nosso conhecido (Ler: Fuste – História de um cão), surgiu com cara de poucos amigos e deu-nos uns latidos intimidatorios. No entanto desta vez a história foi diferente, porque descobrimos a sua dona ali próximo apascentar umas cabras, numa ribeira confluente ao rio com o mesmo nome da terra.

Metemos conversa com a mesma perguntando o nome do cão, chama-se "Panda" e tem sete anos de idade. A dona era simpática e disse ter lido a história do cão no facebook. Um facto que nos despertou interesse foi ver uma criança pequena, já que por estas bandas não é muito comum.

A senhora em questão chamasse Teresa Andrade, tem trinta e seis anos, reside em Rio de Frades, é agricultora e criadora de animais. Nos seus currais cria galinhas, patos, gansos, cabras, cabritos, ovelhas, porcos, coelhos e porcos, recentemente um foi à faca.

Descemos por umas escadas em pedra para a ribeira e logo uma cabra mais curiosa quis afagos e atenções. Durante todo o tempo que ali estivemos não nos largou, mas não é que a malcriada acabou por nós arremedar quando lhe tirávamos uma fotografia. 

A Teresa tem três filhos, a menina Beatriz Andrade e dois rapazes, com 4 anos, 14 e 17, respetivamente. Hoje com o sol tinha saído para vir apascentar as cabras, porque tinha estado mau tempo. As cabras andam todas prenhas e dali por uns dias começavam todas a parir, o pai de todas as crias é um macho que foi emprestado por um tio dela.

Deixamos a mesma a trabalhar e fomos ver mais acima, o túnel da antiga mina de volfrâmio, por um antigo caminho que não é indicado nos roteiros turísticos.

Leia também: Rio de Frades - Rota do Carteiro

 

Lida 615 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Ana Pires: a exploradora de todas as fronteiras

Ana Pires: “Não consigo passar muito tempo sem respirar o ar do mar! Este mar de Espinho que me dá forças!”

A primeira mulher cientista-astronauta portuguesa é natural de Espinho e vive em Lourosa, Santa Maria da Feira. Ana Pires nasceu a 13 de janeiro de 1980 e cresceu na vila portuguesa de São Paio de Oleiros. Aos 38 anos participou no projecto PoSSUM - Ciência Suborbital Polar na Alta Mesosfera, apoiado pela NASA e que decorreu na Flórida (EUA).

Paraduça e suas gentes

O Ondas viajou até Paraduça – Vale de Cambra, onde conhecemos alguma das suas gentes e moinhos de rodízio. Nesta aventura tivemos como guia o PR6 – Rota dos Moinhos, que está muito bem assinalado e aconselhamos vivamente. O tempo não esteve famoso, a chuva miudinha não parou de cair, o ambiente estava enevoado e esperamos em vão que o céu mostrasse o seu sorriso.

Sara, a apaixonada por pessoas que também é psicóloga da J. F. de Esmoriz

Sara tem 25 anos e todos a conhecem em Esmoriz, concelho de Ovar. É responsável pelo Gabinete Psicossocial da Junta de Freguesia de Esmoriz desde 2016. As pessoas são a sua maior causa e, enquanto psicóloga, trabalha todos os dias para melhorar a vida dos que procuram o seu apoio.

Faça Login para postar comentários