Reivindicações com mais de 20 anos atendidas em Avanca

A Câmara Municipal de Estarreja promove a Sessão de Inauguração da empreitada de alargamento e beneficiação da Rua Angélica Neves, a realizar no amanhã, dia 2 de setembro de abril de 2017, pelas 11h00.

Folia chega à Cidade de Viriato no domingo

Pelo segundo ano consecutivo, o Carnaval de Ovar vai marcar presença na secular Feira de S. Mateus, em Viseu. O desfile carnavalesco está agendado para domingo, dia 03 de setembro, pelas 21 horas, na Avenida do Picadeiro, prometendo muita folia, alegria e animação - tão características do Carnaval vareiro, na mais antiga Feira da Península Ibérica.

O Município de Albergaria-a-Velha organiza, no próximo dia 7 de setembro, pelas 14h00, a sessão de esclarecimento “Empreendedorismo – Financiamento, Apoios e Incentivos”. A ação tem lugar na Incubadora de Empresas e é de participação gratuita, sendo apenas necessário fazer a inscrição através do endereço Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

A Câmara da Mealhada, adjudicou, ontem, na reunião de Executivo Municipal, a empreitada relativa à ampliação e beneficiação Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Mealhada.

Teve lugar ontem nos Paços do Município da Murtosa a assinatura do contrato da empreitada de implementação do remate sul do aglomerado urbano da Torreira, entre o Município da Murtosa, representado pelo presidente da Câmara Municipal, Joaquim Baptista e a empresa  "Manuel Francisco de Almeida, S.A.", de Oliveira de Azeméis, representada pelo Administrador Armando da Costa Almeida, adjudicada pelo valor de 984.987,62€ (novecentos e oitenta e quatro mil novecentos e oitenta e sete euros e sessenta e dois cêntimos).

O presidente da Câmara da Mealhada desmentiu, hoje, de forma “veemente e categórica”, em conferência de Imprensa, a acusação da oposição (PSD/CDS) de que o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI) “está desatualizado e não funcional” e repudiou energicamente o “aproveitamento político que alguns fizeram” de uma tragédia como foi o incêndio que lavrou, durante quatro dias, na freguesia de Barcouço.