Centro de Ovar Câmara Municipal de Ovar Ondas da Serra
sábado, 17 setembro 2016 17:24

Centro de Ovar Destaque

Classifique este item
(0 votos)

No centro da cidade de Ovar pode passear e apreciar a tranquilidade do seu novo parque urbano, visitar a casa museu Júlio Diniz, saborear o seu pão-de-ló, estar atento às casas centenárias cobertas por azulejo que transformou a cidade num museu para esta arte. Não deixe de visitar o museu de arte sacra ou trajes regionais. No Centro de Artes são realizados espetáculos de qualidade durante todo o ano.

Na cidade existem duas bandas filarmónicas centenárias, sendo apropriadamente conhecidas pela “Musica Nova” e “Musica Velha”, as quais matem acesa uma salutar rivalidade. Aqui ainda pode encontrar resquícios das antigas varinas que vendiam o peixe pela cidade que apregoavam em voz alta “PEIXE DO NOSSO MAR”. Contam os antigos que nem sempre o peixe era “do nosso mar” do Furadouro, mas que era comprado noutras paragens mais longínquas, para enganar o freguês era despejado na areia que por estas paragens não falta.

 

Lida 164 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social com distribuição da informação pela Internet, que visa promover a identidade regional e o turismo através da promoção da cultura, património, monumentos, museus, desporto, economia, gastronomia, ecologia e coletividades dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra, Arouca e dos restantes municípios desta região.

Itens relacionados

Parque Nossa Senhora dos Milagres: 80 anos de beleza natural

Alfa podia ser o nome do Parque Nossa Senhora dos Milagres. Não estamos a dizer que o espaço ambiental é a primeira letra do alfabeto. Nada disso. Mas é o mais antigo parque da cidade de São João da Madeira e isso confere-lhe uma magia única. Foi há praticamente 80 anos que a primeira estrela da constelação ambiental sanjoanina foi inaugurada.

Os pássaros negros que vigiam o Parque Urbano do Rio Ul

Três bancos de jardim não chegam para ver a biodiversidade do Parque Urbano do rio Ul. A floresta urbana prolonga-se ao longo de uma área equivalente a 30 campos de futebol. Dez anos após a sua inauguração, o projeto do arquiteto paisagista são-joanense Sidónio Pardal prepara-se para uma nova interpretação da Natureza, numa relação íntima e dialogante com os seus visitantes.

Parque Urbano do Rio Ul

No último fim-de-semana do ano, fomos conhecer melhor o Parque Urbano do Rio Ul e tentar perceber como os Sanjoanenses o usam e que pensam dele. O dia estava enublado e cor difusa, não podemos trabalhar apenas quando o nosso amigo sol brilha intensamente e o céu se apresenta azul.

1 comentário

Faça Login para postar comentários
Pub