Pág. 1 de 2

A história dos irmãos Oliveira Lopes de Válega que construíram uma escola

Esta é a história de dois irmãos do Cadaval – Válega que no começo do século XX, resolveram combater a expensas próprias o analfabetismo e mandaram erigir uma escola na sua terra que marcou tantos homens e mulheres e que comprova a importância do saber para elevar o ser humano. Naquele tempo não havia ensino obrigatório e universal, existiam poucas escolas, mestres e os alunos andavam desnutridos, mal vestidos e calçados.

Na sessão camarária de 29 de Janeiro de 1908 foi presente um ofício do subinspector escolar José de Castro Sequeira Vidal comunicando que José de Oliveira Lopes e seu irmão Manuel José de Oliveira Lopes, do lugar do Cadaval, da freguesia de Válega, ofereciam-se para custear todas as despesas com a construção dum edifício para as escolas oficiais e habitação dos respetivos professores dessa freguesia, pelo que pedia a cedência gratuita do terreno necessário para aquele construção que, concluída, seria oferecida ao Estado pelos citados beneméritos.” Lamy, A. (1977). Monografia de Ovar - volume 2 (1st ed., p. 376). Ovar [Portugal].

A citânia de Briteiros é um dos maiores castros da península ibérica, ficando situado no alto do monte de São Romão, na freguesia de Salvador de Briteiros, concelho de Guimarães.

Ondas da Serra apresenta neste artigo uma seleção de museus que pode visitar, onde poderá apreender sobre história, património, história da cortiça, chapelaria, música, rádio, espécies de peixes, azulejos, casas antigas, ferramentas agrícolas ou como se fabricava o papel.

Bunheiro é uma das quatro freguesias da Murtosa, distrito de Aveiro. O património cultural único e a beleza das tradições serviram de impulsionador para a criação do Rancho Folclórico ‘Os Camponeses da Beira Ria’, há precisamente 39 anos. Regressamos ao passado numa conversa com Daniel Henriques de Bastos, um dos fundadores do grupo de danças e cantares, natural e residente nesta terra.

Andando a pé pelo centro histórico da cidade de Oliveira de Azeméis, que se desenvolve basicamente ao longo das ruas Bento Carqueja e António Alegria, que constituem o traçado da antiga EN 1 dentro da cidade, é possível observar vários edificios de grande valor patrimonial.

Este percurso tem cerca de 4,3 km com partida no Mercado Municipal e chegada à Praça José da Costa. O percurso pode ser efetuado em qualquer época do ano, sendo que, sem chuva a visita será mais beneficiada. Percurso maioritariamente plano.

Emerenciano Ro­drigues, artista plástico vareiro, com ateliê no Porto, inaugurou no Museu de Ovar, em 11 de fevereiro último, a exposição “A minha alma está na escrita”, que vai estar patente na Sala dos Fundadores até ao próximo dia 4 de março.

Pág. 1 de 2