Pág. 4 de 6

O Dia dos Moinhos comemorou-se no dia 07 de abril, tendo a autarquia da Mealhada como é habitual feito um programa muito rico e variado para o último fim-de-semana. No domingo dia 8, fomos acompanhar a caminhada que organizaram pela Rota dos Moinhos (PR1).

Ovar pode orgulhar-se de ter duas das mais bonitas igrejas do mundo, a de Válega já mereceu a nossa atenção e neste artigo vamos falar um pouco da Igreja de Cortegaça.

A equipa do Ondas da Serra visitou a bonita Igreja Nossa Senhora do Amparo, em Válega, situada a poucos quilómetros de Ovar. Oficialmente é conhecida como Igreja Matriz de Santa Maria, esta obra imponente define-se pelas suas fachadas e interior em azulejos onde estão retratadas passagens religiosas. A Senhora do Amparo é a padroeira desta vila, no concelho de Ovar, e enche-se de vida todos os anos no dia 15 de agosto. Muitos emigrantes regressam a casa e participam na romaria.

Ondas da Serra foi resgatar um pouco das nossas raízes ao lugar do Monte – Paramos – Espinho. Perdido no meio das encostas de um vale, encontram-se as ruínas da Estação Arqueológica – Castro de Ovil.

Antes de se ter abatido o dilúvio durante o mês de março, a nossa equipa teve ainda tempo de ir fazer a Macieira de Alcôba – Águeda, o PR4 - Trilho das “Terra de Granito”.

A nossa equipa foi conhecer a aldeia de Maceira de Alcôba, pertencente ao concelho de Águeda. Ficamos maravilhados com a sua riqueza a nível natural, arquitetónico, tradicional e religioso. São poucos os adjetivos que poderíamos empregar para descrever o que se pode fazer e visitar. Apesar destas dificuldades selecionamos algumas das suas potencialidades que encontramos quando fomos caminhar pela PR4 – Trilho das Terras de Granito.

Pág. 4 de 6