Pág. 2 de 2

O Ondas da Serra vai realizar um novo evento, vamos tentar procurar, falar e meditar sobre o “Amor” e nada melhor que procurarmos todos a nossa “Ilha dos Amores”. Com esta demanda em mente vamos caminhar para Castelo de Paiva no dia 22 julho.

A nossa epopeia marítima glorificada pelo nosso poeta mor Luís de Camões, descreve-nos um lugar edílico na “Ilha dos Amores”, Cantos IX e X d'Os Lusíadas. Nestes cantos é revelado a disposição da deusa Vénus em premiar os marítimos portugueses, com um merecido descanso e com prazeres divinos, numa ilha paradisíaca, no meio do oceano, a Ilha dos Amores. Os ventos estavam favoráveis e levou-nos ao encontro desta Ilha em Castelo de Paiva. Localizada em frente ao porto do Castelo, com vista para a Ilha dos Amores, parte um percurso pedestre com o mesmo nome. A sua localizada privilegiada no Rio Douro e junto à foz do Rio Paiva tem uma beleza e encanto especial.

No dia 14 deixamos o carro perto do novo monumento ao vinho verde em Castelo de Paiva e começamos o percurso de bicicleta pela estrada nacional 225, em direção a Alvarenga. Há muito tempo que procurávamos e encontramos finalmente uma zona sem manchas florestais queimadas.  Este trajeto é muito calmo, tranquilo e dotado duma serena natureza. Por estas terras existe um equilíbrio entre a natureza e humanização da paisagem.  Não foi fácil esta demanda e releva o que se tem passado nos últimos anos em Portugal.

As três pontes de madeira suspiram. As aves prometem. A torre de vigia aguarda. A área circundante da foz do rio Cáster separa o dinamismo urbano do paraíso faunístico e florístico. As debilidades multiplicam-se, apenas mitigadas pela dedicação de Manuel Faneco. A intervenção ficou incompleta.

O "ONDAS DA SERRA" – órgão de comunicação social que promove as belezas da região de Aveiro – mergulhou nesta primavera na frescura do Parque da Cabreia, lugar idílico situado na freguesia de Silva Escura, concelho de Sever do Vouga.

"O Rio Paiva nasce na Serra da Nave em Moimenta da Beira e desagua no Rio Douro em Castelo de Paiva. Tendo uma extensão de 111 km e uma área da bacia de 77km2 é considerado o rio menos poluído da Europa, por isso ainda é o local de desova da truta. O Rio Frades e o Rio Paivô são os principais afluentes. Este rio na sua extensão abrange dez concelhos (Moimenta da Beira, Sernancelhe, Sátão, Vila Nova de Paiva, Viseu, Castro Daire, São Pedro do Sul, Arouca, Cinfães e Castelo de Paiva) entre as Serras de Leomil, Freita e Montemuro.

Pág. 2 de 2