No passado dia 08 de maio, mal o sol nasceu a equipa do “Ondas da Serra” meteu-se no comboio a caminho de Espinho e ao encontro da sua feira semanal. Nesta viagem por entre frutas, peixes e pregões fomos falando com os vendedores que continuam a fazer desta feira uma das maiores de Portugal e da Península Ibérica. Neste trabalho podem ficar a conhecer dois dos acessos à feira mais característicos e movimentados, embora um deles tenha pouca segurança.

Ondas da Serra regressou às montanhas desta vez andou pelos caminhos do PR1 em Varandas da Felgueira - Vale de Cambra, que faz parte das “Aldeias de Portugal”. Neste vídeo centrar-nos como habitualmente nas pessoas, nos rostos mais expressivos e nas historias de vida que fomos encontrando pelos caminhos de Felgueira, Carvalhal do Chão, Vilar de Cepelos e Viadal. O trilho está muito bem assinalado, contudo como ardeu muita floresta no verão passado, em alguns locais há poucas sombra em dias de muito calor.

Inauguração do monumento e memorial aos ex-combatentes do Ultramar, idealizado pelo escultor João Antero, pai da apresentadora de televisão Bárbara Guimarães, em 8 Dezembro 2016.

A equipa Ondas da Serra possui em Ovar o grande amigo Fernando Pinto que acumula com as excelentes qualidades jornalísticas o dom da poesia e que brinca com as palavras duma forma singela e leve que utiliza para espelhar o seu amor pelo nosso MAR, RIA e OVAR. Neste vídeo efetuado por Ondas da Serra são retratados algumas cenas quotidianas da cidade vareira, as suas ruas históricas vestidas de azulejos, os seus jardins banhados pelo Rio Cáster e sol radioso no meio do chilrear dos pássaros, mas poeta é ele não somos nós que diz que “Ovar é um poema entre a Ria e o Mar”.

Realizou-se no passado dia 18 Setembro 2016, como manda a tradição a procissão em honra de Nossa Srª d’Ajuda em Espinho. A tarde de finais de Verão apresentou-se ventosa, o que não demoveu milhares de forasteiros e crentes de se amontoarem pelas ruas para assistirem aos festejos.

O Parque das Ribeiras do Rio Uíma fica situado nas freguesias de Fiães e Lobão, combinando vários sistemas de zonas húmidas, terrestres e ocupação humana. Neste local podem observar-se espaços muito ricos a nível da diversidade de habitats, albergando grande número de espécies vegetais e animais.