Pág. 1 de 2

Castelo de Paiva (9)

Castelo de Paiva

Castelo de Paiva surpreende! São muitos os locais para conhecer, completamente diversos entre si! Este fantástico território provém da serra e do rio, do campo e das minas. E das vinhas. E das gentes. Oferece história que marca o presente, e tradições que se reinventam para o futuro. Em cada recanto, esconde espaços carregados de simbolismo, lendas e contos que nos enriquecem. Paisagens únicas que inspiram. O som da corrente calma dos rios e a pura aventura das águas bravas. O verde vibrante das vinhas. O aroma doce das uvas amadurecidas. O sabor hospitaleiro de iguarias que fica no paladar.

Neste município poderá visitar: Rota dos Ofícios Tradicionais de Paiva, percurso pedestre Viver o Douro, Rota da Água e da Pedra, Aldeias em Xisto de Midões e Gondarém, Anjo de Portugal, Centro Histórico de Sobrado, Choupal das Concas, Conjunto da Igreja Paroquial de Real e Esculturas do Adro, Edifício da Cadeia, Ilha dos Amores, Marmoiral da Boavista, Miradouro de Catapeixe, Monte de São Domingos, Monumento ao Mineiro, Parque de Lazer de São Martinho, Pelourinho da Raiva, Pia dos Mouros, Ponte do Caminho de Ferro de Pedorido, Portal da Serrada e Parque Urbano Quinta do Pinheiro. Fonte CM de Castelo de Paiva 

Os passadiços do Rio Douro em Castelo de Paiva são uma nova forma de abarcar toda a sua beleza e conhecer a história desta região. Neste artigo vamos conhecer o “Percurso Viver o Douro”, caminhando pelas suas margens e desfrutando da vista por um barco rabelo. Pelo trilho passamos por duas aldeias em xisto, alheias ao passar do tempo e cruzeiros com alegres turistas. Vamos conhecer também alguma da sua história, dos seus monumentos, fauna e flora. Nesta incursão revisitamos lugares, conhecemos novos amigos e com pena soubemos que partiram outros.  

Falcão deu a última ordem de partida para a Ilha dos Amores faltavam 5 minutos para as 14 horas. Num instante, a balbúrdia do cais cedeu ao silêncio. A equipa do Ondas da Serra foi a última a zarpar rumo ao ponto alto da caminhada ‘Em busca do amor’. À nossa espera estava o almoço partilhada entre as 21 pessoas que se aventuraram por Castelo de Paiva este Domingo, 22 de Julho.

Realizou-se no passado domingo, dia 22 de julho, mais um evento do Ondas da Serra. Sob o mote “Em busca do amor”, Castelo de Paiva acolheu esta nova iniciativa da nossa comunidade. Duas dezenas de pessoas, oriundas de Ovar, Espinho, Vila Nova de Gaia, Porto e Beja foram à aventura para a Ilha dos Amores. Este evento também foi especial porque a equipa do Ondas da Serra esteve toda presente.

O Ondas da Serra vai realizar um novo evento, vamos tentar procurar, falar e meditar sobre o “Amor” e nada melhor que procurarmos todos a nossa “Ilha dos Amores”. Com esta demanda em mente vamos caminhar para Castelo de Paiva no dia 22 julho.

A nossa epopeia marítima glorificada pelo nosso poeta mor Luís de Camões, descreve-nos um lugar edílico na “Ilha dos Amores”, Cantos IX e X d'Os Lusíadas. Nestes cantos é revelado a disposição da deusa Vénus em premiar os marítimos portugueses, com um merecido descanso e com prazeres divinos, numa ilha paradisíaca, no meio do oceano, a Ilha dos Amores. Os ventos estavam favoráveis e levou-nos ao encontro desta Ilha em Castelo de Paiva. Localizada em frente ao porto do Castelo, com vista para a Ilha dos Amores, parte um percurso pedestre com o mesmo nome. A sua localizada privilegiada no Rio Douro e junto à foz do Rio Paiva tem uma beleza e encanto especial.

Localizada numa terra recordada pelos rios Douro e Arda, Pedorido já conheceu melhores dias, quando se extraia carvão das minas do Pejão, cuja exploração foi abandonada em 1994. Numa das nossas aventuras de bicicleta entre esta localidade e a sede do concelho situada em Castelo de Paiva, fomos no final da tarde, tomar um verde à “Tasca da Maria Macedo.

Pág. 1 de 2