terça, 27 dezembro 2016 12:03

Sociedade Filarmónica Santa Cruz de Alvarenga

Classifique este item
(0 votos)

A Sociedade Filarmónica Santa Cruz de Alvarenga foi fundada em 1902, com o nome de “Philarmonica Alvarenguense” com cerca de 20 elementos, pelo Sr. Adriano Telles, natural de Alvarenga. A freguesia de Alvarenga teve sempre amor à música, e por isso não é de admirar que tenha sido a primeira banda a incluir elementos femininos, na década de 60.

Sociedade Filarmónica Santa Cruz de Alvarenga

Atualmente esta filarmónica conta com cerca de 50 elementos, dos quais 12 são do sexo feminino. Estes músicos além dos seus empregos e/ou vida académica, dedicam-se à música com empenho e carinho, procurando elevar o nome da sua freguesia e banda ao mais alto nível.

A banda é regida desde 1996 pelo 1º Sargento António Manuel Barbosa da Silva, que desde então tem vindo a dirigir esforços para incutir nos jovens a vontade de ingressar nesta bela vida que é a música. O maestro dirige também a Escola de música, que conta com auxílio de alguns jovens elementos "veteranos" (jovens que têm mais anos de formação musical), que a par da sua vida académica, apoiam no ensino da música aos cerca de 35 aprendizes.

Atualmente existem duas gravações feitas desta banda, uma de 1997 e outra de 2003.

Contactos da banda

  • Morada: Lugar da Picota
  • Código Postal: 4540 ALVARENGA ARC
  • Distrito: Aveiro
  • Telefone: 91 3204776 / 96 2736154
  • Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Fonte: Sociedade Filarmónica Santa Cruz de Alvarenga 

Lida 517 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Os Amigos da Tasca Centenária e da música popular Portuguesa

Em Cabomonte – São Miguel de Souto, na Tasca Centenária da Marçalina, um grupo de amigos reuniam-se em convívio à volta das cartas, dos petiscos e das brincadeiras. Com o tempo trouxeram instrumentos, os cantares ao desafio e a vontade de formarem um grupo musical. Desta forma simples nasceu o conjunto “Os Amigos da Tasca Centenária”, composto por seis músicos e uma cantadeira que perpetuam a nossa memoria coletiva com as suas vozes e melodias tradicionais.

Museus na região Aveiro

Ondas da Serra apresenta neste artigo uma seleção de museus que pode visitar, onde poderá apreender sobre história, património, história da cortiça, chapelaria, música, rádio, espécies de peixes, azulejos, casas antigas, ferramentas agrícolas ou como se fabricava o papel.

Bruno Monteiro: “O violino é a minha paixão”

O equilíbrio entre a emoção e o intelectual define Bruno Monteiro enquanto um dos melhores violinistas portugueses da atualidade. Nasceu no Porto, vive em Santa Maria de Lamas, e falou com o Ondas da Serra sobre as experiências emocionais que cria sempre que toca violino. “Tocar para as pessoas é comunicar emoções e raciocínio. É tudo.” A trabalhar no 12.º álbum, o artista promete mais um trabalho fora do comum, “apaixonado e obscuro”.