Investigação do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Aveiro

Andar a pé ou de bicicleta é saudável, ecológico e está na moda. Para prevenir os perigos que, no entanto, espreitam peões e ciclistas nas cidades uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) desenvolveu um inédito modelo matemático que calcula a probabilidade dos acidentes envolveram peões ou ciclistas. O trabalho foi desenvolvido a pensar em Lisboa, Porto e Aveiro, cidades onde os cientistas do grupo de investigação em tecnologia dos transportes do Departamento de Engenharia Mecânica (DEM) analisaram ao detalhe os mais de 4400 acidentes que envolveram peões e ciclistas entre 2012 e 2015.

As emoções são o princípio de um projeto a dois. Se para Filipa é impossível viver sem alma, para Pedro a vida é mais intensa através da fotografia. Conheceram-se, viajaram, casaram e lançaram a Alma de Alecrim. O blogue, a loja virtual e o espaço físico, no centro histórico de Aveiro, são histórias de amor simples, mas intensas.

Defesa da floresta contra incêndios manutenção das faixas de gestão de combustível

A obrigatoriedade de manutenção das faixas de gestão de combustíveis constitui uma das medidas preventivas previstas no Decreto Lei nº 124/2006, de 28 de junho com redação atual, com o objetivo de reduzir o número de incêndios rurais.

Há desfiles, bailes de máscaras e festas um pouco por toda a região. Saiba onde e quando

Chegou a altura do ano em que ninguém leva a mal as brincadeiras! Fevereiro é o mês do Carnaval e o Centro de Portugal é o destino para muitos foliões e visitantes em busca de diversão. Afinal, é nesta região que se vivem alguns dos Carnavais mais tradicionais e populares do país. De Ovar a Torres Vedras, da Figueira da Foz a Canas de Senhorim, de Alcobaça à Mealhada, não faltam os motivos de celebração, que prenunciam a chegada de dias mais longos e soalheiros.

Investigação do Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Aveiro

Os exames nacionais, para além de agravarem as desigualdades sociais entre os alunos, empurram a organização das escolas para uma lógica mercantilista. O estudo de Andreia Gouveia, especialista em Administração e Políticas Educativas da Universidade de Aveiro (UA) que procurou perceber como estudantes, famílias, escolas e centros de explicações se organizam perante as provas nacionais, vai ainda mais longe:  o grande beneficiário dos exames é o crescente mercado dos centros de explicações.

Investigação do Departamento de Matemática da Universidade de Aveiro

Os estágios profissionais são uma boa ferramenta para incentivar a criação de emprego? Em períodos de elevado desemprego a resposta é clara: não! Em contextos onde o desemprego é elevado, os estágios profissionais devem não só ser reduzidos como, até, eliminados. A conclusão é de um grupo de matemáticos da Universidade de Aveiro (UA) que sugere que a chave para a criação de emprego deve passar pelo investimento em medidas indiretas de combate ao desemprego, como os incentivos fiscais.

Pub