Praia Fluvial de Meitriz para viver momentos inesquecíveis Praia Fluvial de Meitriz - União de freguesias de Covêlo de Paivó e Janarde - concelho de Arouca - distrito de Aveiro Ondas da Serra
sábado, 29 julho 2023 00:23

Praia Fluvial de Meitriz para viver momentos inesquecíveis

Classifique este item
(3 votos)

A Praia Fluvial de Meitriz em Arouca, fica localizada junto de uma bonita aldeia de xisto com o mesmo nome. O Rio Paiva que lhe dá vida, é um rio de águas bravas e das mais limpas da Europa  e que ainda não foi submergido pelas barragens. Aqui há vários locais para nadar, pular ou mergulhar, sempre com precaução. Apesar do avanço dos eucaliptos pelas encostas ainda há uma grande riqueza na galeria ripícola que acompanha o curso da água. No local foi construído um aprazível parque de merendas, com churrasqueiras, mesas em madeira, casas de banho e chuveiros. Para aceder à mesma foi construída uma moderna ponte que não respeitou a traça do local e agora parece desfocada e desajustada da consistência natural e arquitetónica em redor, mas mais vale isso que o antigo barqueiro ainda ter que passar as gentes e animais para a outra banda à força de remos e por vezes debaixo de grandes borrascas.

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

Pode ler esta reportagem na totalidade ou clicar no título abaixo inserido para um assunto específico:

Descrição da Praia Fluvial de Meitriz

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

A Praia Fluvial de Meitriz, também conhecida como Praia Fluvial de Além do Barco, fica localizada na aldeia com o mesmo nome, que pertence à União de freguesias de Janarde e Covêlo de Paivó, concelho de Arouca e distrito de Aveiro. Ao descer pela estrada para o Vale do Paiva, poderá apreciar a beleza da aldeia de xisto de Meitriz e do cimo da sua nova ponte, para montante, a praia fluvial de águas translúcidas. Depois da travessia existe uma zona de estacionamento, onde pode deixar o seu carro, junto ao parque de merendas e casas de banho. A praia fluvial fica a cerca de 90 metros, depois de descer uma rampa, no mesmo piso em paralelo. 

A praia é composta por áreas em cascalho e areia mais fina e galeria ripícola. Poderá fazer uns grelhados nas duas churrasqueiras e merendar no parque onde existem mesas em madeira, numa área bastante arborizada. No final poderá tomar um café no bar de apoio ou saborear um gelado.

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

Neste ponto o Rio Paiva, um dos mais limpos da Europa, é ainda povoado de peixe, cujos juvenis não têm medo de se aproximar para lhe comerem as peles mortas, que se uns acham agradável, outros como nós passados alguns segundos impedimos a continuação do banquete. Se levar uns binóculos poderá fazer birdwatching, bastando estar atento aos pássaros que voam em redor ou que passam o dia na cantoria. Também pode pescar nestas águas se tiver as licenças adequadas.

Esta praia é ideal para todas as idades, tendo em atenção que somente nas margens a água é pouco profunda e no centro do rio existem poços profundos onde se nada com facilidade. Do outro lado da margem há locais para dar uns pequenos mergulhos, depois de ser feita uma inspeção mecânica e visual, na dúvida contudo não salte.

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

Se quiser explorar mais um pouco podemos dizer que esta área tem três boas áreas para nadar, conforme assinalamos no mapa abaixo inserido. A nossa preferência vai para a que fica localizada junto à curva do rio, para jusante (área n. 3 do mapa), devido a fazer um grande lago, o sol incidir mais horas do dia e por isso a temperatura da água ser superior. Na última vez que fomos encontramos uma árvore caída de onde podemos mergulhar. A área de banhos oficial mais a montante, a partir do meio da tarde começa a ter sombras e a ser menos convidativa.

Depois do almoço e enquanto espera para fazer a digestão se quiser fazer pode fazer uma exploração das redondezas, com uma pequena caminhada, onde há sempre motivos de interesse. Depois de passar a ponte para o outro lado, suba a estrada e logo na primeira curva à direita pode vislumbrar uma paisagem maravilhosa composta pela aldeia de xisto de Meitriz, curva do rio Paiva, com o lago acima referido, segunda e terceira área de banhos, por nós assinaladas no mapa abaixo inserido.

Ficha Técnica da Praia Fluvial de Meitriz

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

  • Classificação: Praias e Zonas Fluviais;
  • Temáticas: Crianças, Família;
  • Morada: Praia Fluvial de Meitriz, 4540-403 Covêlo de Paivó e Janarde, Arouca;
  • Localidade: Meitriz, Freguesia de Covêlo de Paivó e Janarde;
  • Coordenadas GPS: 40.922025, -8.129114;
  • Temperatura da água de verão: Muito boa;
  • Infraestruturas de apoio:
    • Parque de merendas, com mesas em madeira, numa zona sombreada;
    • Dois conjuntos de churrasqueiras, em granito, uma com um e outro com dois lugares;
    • Bar do Barco;
    • Casas de banho;
    • Chuveiros;
    • Parque de estacionamento;
  • Vigilância: Praia sem vigilância contínua;
  • Zona de banhos: Uma zona oficial, junto ao bar e área de merendas. Outra do lado oposto da ponte, com uma entrada junto a um sinal de parque de estacionamento privado. Para os mais radicais, depois desta última praia e seguindo um pequeno trilho, na curva do rio acentuada existe uma grande área profunda do rio, que faz um grande lago e é maravilhosa para nadar ou dar saltos depois do local ser inspecionado com cuidado. O mapa abaixo inserido assinala as áreas atrás referidas.
  • Telefone de emergência: +351 927 916 886.

Mapa da Praia Fluvial de Meitriz

Mapa da Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

Localização da Praia Fluvial de Meitriz

A Praia Fluvial de Meitriz fica localizada no Rio Paiva, a 22 km da vila de Arouca. Se vier de automóvel pela Variante à N326, em direção a Arouca, um pouco antes desta cidade, deve virar à direita em direção à freguesia de Moldes. Depois de passar pela aldeia de Ponte de Telhe, com uma visão excelente panorâmica do Rio Piava, deve virar à esquerda em direção a uma ponte, no fundo do vale e não ir em frente para a aldeia de Rio de Frades. Durante este trajeto esteja atento que a dada altura irá ver do seu lado esquerdo uma aldeia em xisto, com outra praia fluvial, trata-se da Aldeia da Paradinha, que brevemente iremos relatar.

Irá depois passar pela aldeia de Janarde, onde pode parar para ver a aldeia que não é muito grande e começa o pequeno percurso pedestre PR5-Livraria do Paiva e Icnofósseis de Mourinha em Janarte, esteja com atenção para encontrar passados poucos quilómetros uma placa que assinala uma estrada à esquerda que desce para o fundo do vale até à aldeia de Meitriz. Foi construído há poucos anos uma moderna ponte de onde já se pode ver a praia fluvial a montante. O caminho para esta praia tem muitas curvas sinuosas e algumas ravinas profundas que têm tanto de belo como de perigoso, por isso é necessário fazer uma condução segura.

Morada: Praia Fluvial de Meitriz - 4540-403 Covêlo de Paivó e Janarde - Arouca

Curva apertada do Rio Paiva - Meitriz - Arouca

Curva apertada do Rio Paiva - Meitriz - Arouca

O Rio Paiva em Meitriz para jusante faz uma curva apertada, que oferece uma paisagem espetacular do cimo da estrada de acesso à ponte. Neste ponto pode-se ter uma visão privilegiada da aldeia de Meitriz, ponte, fragas, galeria ripícola, campos agrícolas e áreas 1, 2 e 3 de banhos.

Praia Fluvial de Meitriz - Área 1

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

Esta classificação por áreas para nadar foi por nós desenvolvida para ajudar os nossos leitores que pretendem ir conhecer esta praia e assim poderem mais facilmente acederem aos locais pretendidos. A área 1, corresponde à praia principal a jusante da ponte e Aldeia de Meitriz. A mesma não tem fragas e no meio é bastante profunda. A sua área começa a ficar coberta por sombras a partir do meio da tarde.

Praia Fluvial de Meitriz - Área 2

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

A área 2, corresponde à praia secundária a montante da ponte e Aldeia de Meitriz. Para aceder à mesma basta seguir um trilho que começa junto à ponte e tem uma placa de parque privado de estacionamento. A mesma tem fragas e no meio é igualmente bastante profunda. 

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

Praia Fluvial de Meitriz - Área 3

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

A área 3, corresponde à praia secundária a montante da ponte e a mais distante em relação à Aldeia de Meitriz, cerca de 200 metros. Esta praia fica localizada numa curva do rio, sendo a mais extensa e formando um lago. Em virtude da sua área ser a última a ser coberta pelas sombras da tarde e por isso a sua água está mais tempo exposta ao sol ficando mais quente. Na imagem do lado esquerdo podemos ver um tronco de uma árvore a sair do rio e foi daqui que demos alguns mergulhos. 

Infraestruturas de apoio da Praia Fluvial de Meitriz

Parque de merendas - Praia Fluvial de Meitriz

  • Parque de merendas, com mesas em madeira, numa zona sombreada;
  • Dois conjuntos de churrasqueiras, em granito, uma com um e outro com dois lugares, junto ao parque de merendas arborizado;

Praia Fluvial de Meitriz - Arouca - churrasqueiras no Parque de Merendas

  • Bar do Barco, junto à praia principal, na área 1 do mapa;
  • Casas de banho, junto ao parque de merendas;
  • Chuveiros, junto ao parque de merendas;
  • Parque de estacionamento, a seguir à ponte para jusante se vier de Moldes - Arouca, pela estrada mais movimentada;

Bar do Barco - Praia Fluvial de Meitriz

Bar do Barco - Praia Fluvial de Meitriz - Arouca

O Bar do Barco fica localizado junto à Praia Fluvial de Meitriz. Na entrada uma mesa está totalmente protegida e semioculta pela vegetação. A área de serviço pode ser encontrada ao fundo dum estreito terreno, com muita relva e vegetação, onde o verde não deixa penetrar os raios solares. 

Meitriz aldeia de xisto - Arouca

Meitriz aldeia de xisto - Arouca

“Meitriz é uma bela aldeia da freguesia de Janarde, no concelho de Arouca, com telhados de lousa, e apenas a 250 m de altitude. Confina com o Rio Paiva, sendo muito procurada a praia fluvial de Meitriz. Meitriz faz parte de um conjunto de aldeias tradicionais situadas no extremo sudoeste­ do concelho de Arouca. Trata-se de um património único, que revela um cenário de rara beleza. A aldeia conserva a sua rusticidade e identidade cultural, tornando-se ponto de visita obrigatório. As casas de xisto, cobertas de lousa.” 3

A plantação de mirtilos de Meitriz

Produção de mirtilos em Meitriz - Arouca, Norberto Brandão e o filho Rui Brandão

Depois do almoço fomos passear pelo interior da aldeia de Meitriz, mais precisamente pela Rua do Gisso, que começa logo a seguir à ponte, quando deparamos ao subir com uma placa que dizia, “Vende-se mirtilos”. Dirigimo-nos para junto dessa casa, onde debaixo de um sombrio alpendre, surpreendemos Norberto Brandão e o filho Rui Brandão, quando trabalhavam na escolha e enchimento de caixas com mirtilos, por si produzidos e muito saborosos por sinal, como podemos mais tarde degustar.

O pai veio para aqui viver com o filho, depois de 2013, em virtude de ter ficado desempregado em 2013. A família ficou a viver na casa que era da mãe, natural desta terra e cujo marido era de Arouca, depois de aceitar o projeto para cultivar esta fruta, sugerido pela sua progenitora. Desta forma já não tinham que gastar dinheiro na limpeza desses terrenos que passaram a ser cultivados. Apesar desta atividade ambos trabalham ainda na única padaria de Alvarenga. O mesmo cresceu na zona de Campanhã, cidade do Porto e agora trocou o rebuliço citadino pela marulhar das águas do rio e quietude das montanhas, embora nos tenha dito que aqui falta tudo.

Meitriz do Aquém, Meitriz do Além e Meitriz do Barco

Norberto Brandão contou-nos a razão dos diferentes nomes desta aldeia, Meitriz do Aquém, Meitriz do Além e Meitriz do Barco. Meitriz de Aquém fica localizada do lado esquerdo do rio Paiva, sendo o lugar principal da aldeia e Meitriz do Além, do lado direito do rio.

As gentes do Aquém chamavam a plenos pulmões os da outra margem do Além, quando chegavam à encosta do vale do rio Paiva. Os motivos poderiam ser vários, mas o mais comum era quando precisavam de chamar o barqueiro para as levar de barco para a outra banda, sozinhas, com animais ou carga, antes da construção da moderna ponte. O lugar de Meitriz do Barco, como o próprio nome indica, fica localizado junto à praia fluvial, tendo recebido este nome em virtude do homem do barco aqui ter vivido. Agora foi o bar que tomou conta desta designação, “Bar do Barco”.

Meitriz tem oito moradores, numa terra onde já viveram 150

Este habitante contou-nos que soube de algumas histórias desta terra por um antigo morador, já falecido, de nome Manuel Vinagre, onde já terão vivido em simultâneo 150 habitantes. Hoje restam apenas 8, 4 de cada lado do rio, sendo eles de São João da Madeira, Vila Nova de Gaia, Porto, Braga, Lisboa e Luxemburgo. No entanto, aos fins de semana as pessoas aumentam pelo regresso de alguns moradores e durante o verão dos banhistas ou algum deslocado turista.

As dificuldades burocráticas para restaurar casas

Norberto Brandão confidenciou-nos as dificuldades que o município cria para as casas serem restauradas, o que dificulta ainda mais a fixação de novos residentes. “Aqui não há nada porque a própria câmara não ajuda, não deixa fazer e só mete entraves. Eu tenho uma casa onde queria fazer um restaurante, mas dizem-me que por dentro tenho que proteger as pedras para não cair areia, o que encarece a obra. Eu vou ao Porto onde vejo as casas feitas em cimento e onde por vezes colocam pedras antigas e aqui não me deixam fazer nada. Disseram que eu tinha que insonorizar as paredes, que têm 80 centímetros de espessura. O pouco ruído que seria produzido iria incomodar quem, se aqui não vive quase ninguém? Eu não vou fazer nenhuma discoteca. Chega a um ponto em que a pessoa deixa de ter vontade de fazer as coisas.

Norberto Brandão em Meitriz - Arouca, com as suas cadelas Coli e Alfe

Durante as nossas conversas as suas cadelas Coli e Alfe lutavam por atenção, carinhos e brincadeiras. Uma delas segurava no focinho uma pinha que nós arremessamos para longe e ela se apressou a ir buscar.

Rio Paiva um dos menos poluídos da Europa

Rio Paiva - Meitriz - Arouca

O Rio Paiva é o maior curso de água que banha Arouca, passando pelos Passadiços do Paiva e desaguando no Rio Douro, junto à Praia do Castelo e Ilha dos Amores, em Castelo de Paiva, para onde vamos também sempre com grande entusiasmo.

“O rio Paiva situa-se no centro-norte de Portugal continental e está incluído em território da Rede Natura 2000, correspondendo ao Sítio de Interesse Comunitário (SIC) Rio Paiva. Com aproximadamente 110 km de extensão, o Paiva nasce no planalto da Nave, na Serra de Leomil, no concelho de Moimenta da Beira a cerca de 1 000 m de altitude e desagua em Castelo de Paiva, na margem esquerda do rio Douro.” 1

“Afluente principal da margem esquerda do Douro, nascido na serra de Leomil, é um rio típico de montanha. Corre quase sempre no fundo de desfiladeiros de vertentes abruptas; no entanto, nas suas margens formam-se, por vezes, praias fluviais (Paradinha, Areinho, Janarde, Meitriz, Vau e Espiunca). As suas águas são das menos poluídas da Europa e as suas margens estão, em alguns locais, cobertas de uma vegetação rica e pouco degradada. O escoamento anual médio é de 696 hm3. Tem dez bacias elementares e a área da bacia é de 795,185 km2.” 2

Biodiversidade da Praia Fluvial de Meitriz e do Rio Paiva

Rã - Praia Fluvial de Meitriz - Rio Paiva - Arouca

"O rio Paiva, os seus afluentes, as lagoas de altitude, as turfeiras e os charcos temporários são ecossistemas dinâmicos que suportam uma elevada diversidade de espécies. A biodiversidade está ameaçada e a diminuir em quase todo o planeta, pelo que áreas conhecidas de elevada diversidade biológica são, cada vez mais, consideradas preciosas. Refúgio de biodiversidade, o Paiva proporciona água para consumo, irrigação e diluição de águas residuais, bem como oportunidades para desenvolver atividades relacionadas com a pesca, a observação da natureza, a reflexão, o turismo e o lazer. O homem deixou, ao longo do rio Paiva, vestígios que refletem a sua relação com o rio: levadas, moinhos, pisões, poldras, pontes, minas para peixes, barcos, muros e socalcos."5

A moderna ponte de Meitriz veio substituir os barqueiros

Ponte de Meitriz

A moderna ponte de Meitriz, em betão armado, foi inaugurada em 8 de setembro 2001, relembrando que por mais visão romântica que tenhamos do passado, as garras do progresso tudo alcançam para o bem neste caso, para o mal em muitos outros e neste empobrecendo a harmoniosa vista.

Em tempos que já lá vão, sem tão prestável ponte, os barqueiros cruzavam o rio, para entregar pessoas, gados e mercadorias, quase sempre em segurança, na outra margem. Podemos imaginar contudo no inverno, a borrasca a fazer perigar a travessia, com o seu fortalecido caudal . Parece que estamos a ver os infortúnios da História Trágico-Marítima do Frei Bernardo de Brito e os náufragos esbracejando e entregando a alma ao criador por não saberem nadar, arremetendo acima das águas, dando grandes arrotos ou vendo sua carne dilacerada pelas rochas cortantes ou pregos das tortuosas naus, mas pedindo um gole de vinho e um naco de marmelada antes de desaparecerem no abismo profundo

A nova ponte de Meitriz fica desenquadrada das casas em xisto

Ponte de Meitriz

"Muito recentemente, foi aberta uma estrada em direção ao rio, para ali ser construída uma ponte para ligação à parte do lugar que fica do outro lado do rio. A obra é de inquestionável utilidade, mas a intromissão estética que representa num conjunto invulgarmente harmonioso suscita-me algumas reservas. Quando a Cortegaça tem uma localização semelhante a Drave, sendo, todavia, mais pequena e menos encovada.” 4

Segurança na Praia Fluvial de Meitriz

Durante a época balnear o município de Arouca tem nadadores salvadores a vigiar as praias fluviais deste concelho de forma rotativa, não existindo por isso uma vigilância contínua. Para qualquer emergência devem os banhistas ligar para o número de telefone de emergência: +351 927 916 886.

Se visitar a Praia Fluvial de Meitriz, tenha cuidado com a sua segurança e dependentes, não faça lixo e respeite as suas gentes, fauna e flora. Portugal e Aveiro possuem bonitas praias fluviais que são uma forma diferente de viver o verão e as férias, para quem gosta de serra. Estes locais normalmente são mais tranquilas que as praias junto à costa, menos frequentadas e onde existe uma grande riqueza biológica que está em risco e deve ser preservada.

Pontos de interesse nas proximidades

Galeria de fotos da Praia Fluvial de Meitriz

Créditos e Fontes pesquisadas

Texto: Ondas da Serra com exceção do que está em itálico e devidamente referenciado.

Fotos: Ondas da Serra. 

1 - riopaiva.org
2 - In Infopédia. Porto: Porto Editora, 2003-2010
3 - Roteiro das aldeias de Portugal
4 - De M. (1999). O maciço da Gralheira : da Freita ao S. Macário: um guia com algumas crónicas. Câmara Municipal de Arouca.
5 - cm-castrodaire.pt/images/stories/pdf/projetos/ViveroRioPaiva_trabalho_ultima_ipv_11.pdf

Lida 2589 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é uma marca registada e um Órgão de Comunicação Social periódico inscrito na ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social, com um jornal online. O nosso projeto visa através da publicação das nossas reportagens exclusivas e originais promover a divulgação e defesa do património natural, arquitetónico, pessoas, animais e tradições do distrito de Aveiro e de outras regiões de Portugal. Recorreremos à justiça para defendermos os nossos direitos de autor se detetarmos a utilização do nosso material, texto e fotos sem consentimento e de forma ilegal.     

Itens relacionados

Praia Fluvial da Paradinha paraíso escondido no Rio Paiva

A Praia Fluvial da Paradinha, nasceu junto da Aldeia de Portugal da Paradinha, perto de Alvarenga. No fundo do vale corre o invicto Rio Paiva, que por vezes serpenteia vertiginosamente e arremete desgovernado contra os penedos e seixos das margens. Este é o maior rio que banha as terras de Arouca e ajudou a nascer recônditas e misteriosas praias fluviais de águas amenas e natureza sublime. Esta praia tão bela é mais extensa do que larga e permite nadar, mergulhar e contemplar uma natureza ameaçada e que sustenta outros seres, que como nós têm direito à vida. Neste artigo vamos saber pormenores da sua localização, ficha técnica, infraestruturas de apoio, como chegar, outros pontos de interesse, avaliação e apresentar fotos da sua pessoa.

Praia Fluvial do Castelo a melhor do Douro e Ilha dos Amores

A Praia Fluvial do Castelo, fica localizada na freguesia de Fornos em Castelo de Paiva, sendo banhada pelas amenas águas do Rio Douro. O Rio Paiva aqui desagua em frente à sua amada Ilha dos Amores, que outrora fortificada defendia cristãos de ataques de muçulmanas gentes e ajudou a fundar a Lusitânia Pátria. O seu enquadramento natural, desportos náuticos e infraestruturas oferecidas fazem dela uma das melhores da região. Este é também um lugar para gente jovem, que atravessa a nado até à ilha e do cimo de temerosos penedos se precipitam como loucos, em saltos vertiginosos, para as tranquilas águas do rio. Durante o verão, aos fins-de-semana há uma grande azáfama de embarcações a motor, por vezes fazendo perigar a segurança dos banhistas. As ondas arremetem para a praia, à passagem dos grandes cruzeiros, com turistas a ver as vistas das arribas do Douro, que acenam alegremente, mas lançando invejosos olhares ao povo que se refresca na praia.

Meitriz aldeia de xisto com praia fluvial no Rio Paiva

Meitriz em Arouca é uma terra profundamente longínqua, que brotou do fundo do Vale do Rio Paiva e que conserva ainda a sua traça tradicional, recebendo a distinção de Aldeia de Portugal. O rio por ela se enamorou, fazendo-lhe uma vénia ao chegar e oferecendo-lhe uma praia fluvial para se perfumar. Ela deu-lhe volta à cabeça, ele deu-lhe voltas ao rio, tão recortadas de pasmar, não podendo ficar partiu, dando lágrimas ao lugar. Por estas terras se reconquistou e perdeu território para o Sarraceno, Almançor por aqui atemorizou, mas este povo sempre lutou e como em Moldes igrejas sempre edificou.