As mais bonitas aldeias de Aveiro Capela de Macieira de Alcôba - Águeda

As mais bonitas aldeias de Aveiro

Classifique este item
(1 Vote)

O distrito de Aveiro possui por entre montes e vales, plantadas à beira mar, junto à ria ou ribeiros, à vista ou escondidas, aldeias e povos duma grande riqueza. Nas nossas caminhadas e explorações vamos encontrando e divulgando a sua beleza para que outros as possam abraçar, aqui ficam as que já visitamos até hoje e aconselhamos a desvendar.   

  
 

Terras de Fuste, Função e Paço de Mato

Ondas da Serra partiu à descoberta um destes dias por terras de Vale de Cambra. Deixamos o carro em Rogê, perto do Centro Cívico e partimos para desbravar terrenos e procurar aventuras. Não fomos de caravela, nem navegamos numa nau, levamos a bicicleta, não levamos varapau.

 

 

Drave | A Aldeia Mágica

Drave é uma aldeia pertencente ao concelho de Arouca, plantada no meio das Serras da Freita, São Macário e Arada. Esta local é caracterizada pelas suas casas em pedra conhecida por lousinha e telhados em xisto. Apesar de muitas delas estarem em ruínas tem sido feito um esforço por parte de escuteiros para as preservar.

 

 

Regoufe – Saída do rebanho do redil

Chegar a Regoufe – Arouca não é fácil, mas vale o esforço. Esta aldeia fica localizada no fundo de um vale e mantém ainda viva os ecos do seu passado agrícola, com o cultivo da terra, a pastorícia e restos da sua historia mineira. Ao caminhar pelas suas lajes de pedra encontramos a cada virar da esquina velhos agricultores, rebanhos de ovelhas, cabras ou outros animais.

 

 

Conhecer Regoufe e Drave

Quem quiser visitar Drave tem que contar que não existe acesso direito por automóvel. O visitante tem que deixar o seu transporte na aldeia de Regoufe, onde pode aproveitar para visitar as antigas minas de volfrâmio e contemplar o seu magnifico vale. Drave possuí duas excelentes pequenas quedas de água, duas pontes, sendo uma pedra e outra em madeira e um antigo moinho em ruínas. Uma das queda de água é um local paradisíaco aproveitado durante o Verão para muitos jovens se banharem.

 

 

Os caminhos de Covêlo de Paivó

A aldeia de Regoufe oferece muitas maravilhas para os amantes da natureza e caminhadas. O próprio local tem muitos pontos de interesse, sendo também ponto de partida para os percursos de Drave (PR 14 – A Aldeia Mágica) e Covêlo de Paivó (PR13 - Na senda do Paivó). O percurso que aqui vamos falar é o que fizemos para Covêlo de Paivó.

 

 

Fuste | Rota do Ouro Negro

Depois dos incêndios que devastaram Arouca em 2016, grande parte das demarcações dos percursos pedestres foram danificadas. Recebemos recentemente informações da Câmara Municipal de Arouca, que as marcações estão quase todas repostas, nomeadamente a do PR 8 – Rota do Ouro Negro, que pode ser feita de Fuste a Rio de Frades ou vice-versa. Foi este que fomos fazer no dia 13 de novembro e sobre a qual vamos falar um pouco.

 

 

Rio de Frades - Rota do Carteiro

Rio de Frades fica situado no fundo de um vale e possui uma atmosfera especial, dizem que o nome surgiu quando foram extintas as ordens religiosas em Portugal e alguns homens do clero fugitivos encontraram ali refugio. Ainda hoje não é fácil ali aportar, o local já merecia uma estrada melhor. Quem quiser fazer este percurso ou visitar o local, aconselhamos a deixar o automóvel junto ao cemitério. O problema é que ainda têm que caminhar um bom bocado a descer e no regresso já cansados subir aquela encosta.

 

 

Conhecer Vila Cova e Espiunca

A equipa de "Ondas da Serra", fez uma recolha fotográfica do PR 10 - Rota dos Aromas em Vila Cova e Espiunca - Arouca, pelos seus caminhos, campos, vales e serras. Este percurso em conjunto com o PR1 - Serra Montemuro foram os únicos que não foram afetados pelos incêndios do Verão passado, se quiser saber mais leia a nossa reportagem especial que fizemos.

 

 

Incêndios em Arouca pouparam Vila Cova e Espiunca

A equipa “Ondas da Serra” depois dos violentos incêndios deste Verão ainda não tinha efetuado mais nenhum trabalho nas serras de Arouca. A principal razão desta demora prendeu-se com o facto de previsivelmente irmos encontrar um cenário desolador e difícil de encarar, o que efetivamente veio acontecer. Segundo informações obtidas junto da Associação Geoparque de Arouca, de todos os percursos pedestres, só o PR1 - Caminhos de Montemuro e PR 10 - Rota dos Aromas, escaparam à destruição.

 

 

Ondas em busca do tesouro de Trebilhadouro

Ondas da Serra foi em busca dos tesouros de Trebilhadouro, não encontramos ouro, incenso ou mirra, mas um rico percurso pedestre, o PR4, integrado na Rota da Água e da Pedra de Vale de Cambra.

 

 

Azulejos em Ovar património a preservar

As fotografias deste moral representam uma parte importante da identidade vareira e a forma como os azulejos conferem à cidade de Ovar uma atmosfera especial, típica e bairrista, em contraste com os edifícios modernos, que podem ser muito funcionais e ter a sua beleza mas que não representam a alma de um povo.

 

 

Caldas de São Jorge | Terra de mártir, poesia, rio e águas termais

Caldas de São Jorge é uma freguesia de Santa Maria da Feira, bastante conhecida pelas suas águas termais, mas que tem outras riquezas à espera de serem descobertas.

 

 

Porto Carvoeiro: Olhando o mundo azul em Santa Maria da Feira

Situado na margem esquerda do rio Douro, Porto Carvoeiro ainda é desconhecido para a maioria da população de Santa Maria da Feira. Aqui, no lugar de uma das aldeias históricas de Portugal, tem como principal encanto o enquadramento paisagístico, as caminhadas junto ao rio Douro e as pequenas praias fluviais. Explore uma das maravilhas das Terras de Santa Maria com o ‘Ondas da Serra’.

 

 

Paraduça e suas gentes

O Ondas viajou até Paraduça – Vale de Cambra, onde conhecemos alguma das suas gentes e moinhos de rodízio. Nesta aventura tivemos como guia o PR6 – Rota dos Moinhos, que está muito bem assinalado e aconselhamos vivamente. O tempo não esteve famoso, a chuva miudinha não parou de cair, o ambiente estava enevoado e esperamos em vão que o céu mostrasse o seu sorriso.

 

 

Varandas da Felgueira – Vale de Cambra

A equipa do ONDAS DA SERRA foi até Vale de Cambra conhecer o novo Percurso Pedestre "VARANDAS DA FELGUEIRA (PR1)". Aquele Vale, na primavera, é realmente mágico... Nem o cinza do incêndio que devastou grandes áreas da serra, no verão de 2016, consegue esconder a alvura e o delicado aroma das cerejeiras em flor que embelezam o caminho.

 

 

Vilarinho de São Luís - O Vale da Tranquilidade

Na aldeia de Vilarinho de São Luís - Palmaz - Oliveira de Azeméis, o visitante pode encontrar um vale encantador, povoado de espigueiros, terras lavradas para cultivo, ladeado por um rio, com o casario numa encosta, onde o silêncio se faz sentir, aqui e além quebrado pelo cantar de um garnisé ou latir de um cão.

 

 

Ondas da Serra foi para Castelo de Paiva em “Busca do Amor”

Realizou-se no passado domingo, dia 22 de julho, mais um evento do Ondas da Serra. Sob o mote “Em busca do amor”, Castelo de Paiva acolheu esta nova iniciativa da nossa comunidade. Duas dezenas de pessoas, oriundas de Ovar, Espinho, Vila Nova de Gaia, Porto e Beja foram à aventura para a Ilha dos Amores. Este evento também foi especial porque a equipa do Ondas da Serra esteve toda presente.

 

 

A caminhada à Ilha dos Amores: da balbúrdia ao silêncio

Falcão deu a última ordem de partida para a Ilha dos Amores faltavam 5 minutos para as 14 horas. Num instante, a balbúrdia do cais cedeu ao silêncio. A equipa do Ondas da Serra foi a última a zarpar rumo ao ponto alto da caminhada ‘Em busca do amor’. À nossa espera estava o almoço partilhada entre as 21 pessoas que se aventuraram por Castelo de Paiva este Domingo, 22 de Julho.

 

 

Macieira de Alcôba - Parta à descoberta dos seus encantos e tradições

A nossa equipa foi conhecer a aldeia de Maceira de Alcôba, pertencente ao concelho de Águeda. Ficamos maravilhados com a sua riqueza a nível natural, arquitetónico, tradicional e religioso. São poucos os adjetivos que poderíamos empregar para descrever o que se pode fazer e visitar. Apesar destas dificuldades selecionamos algumas das suas potencialidades que encontramos quando fomos caminhar pela PR4 – Trilho das Terras de Granito.

 

 

Pardilhó encantos e recantos

Pardilhó é uma vila pertencente ao concelho de Estarreja, nascida junto à Ria de Aveiro, repleta de encantos e recantos que facilmente enamoram o visitante. Esta terra possui uma atmosfera especial, um tempo peculiar e gentes afáveis e trabalhadoras.

 

 

Lida 983 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Caldas de São Jorge | Terra de mártir, poesia, rio e águas termais

Caldas de São Jorge é uma freguesia de Santa Maria da Feira, bastante conhecida pelas suas águas termais, mas que tem outras riquezas à espera de serem descobertas.

Almisouto | Uma associação em comunhão com a natureza

No fundo de um florido vale, por onde serpentei o rio Lage, num lugar que poucos conhecem por Penouco, em Cabomonte, na Rua da Ponte, nasceu a 21 de janeiro de 2009, a ALMISOUTO - Associação de Lazer S. Miguel do Souto, nos “Antigos Moinhos do Fidalgo”, num terreno e casa rústica que o tempo já tinha tomado posse.

Mealhada | Dia Nacional dos Moinhos 2019

Comemorou-se no passado domingo, dia 07 de abril, o Dia Nacional dos Moinhos, por todo o país as portas destes monumentos estiveram abertas para mostrarem como era a vida antigamente, mais dura, menos farta, mas porventura mais autêntica e próxima da natureza e dos seus elementos.

Faça Login para postar comentários
Pub